Viagem Literária

Apenas uma maneira de despejar em algum lugar todas aquelas palavras que teimam em continuar saindo de mim diariamente.

Name:
Location: Porto Alegre, RS, Brazil

Um gaúcho pacato, bem-humorado e que curte escrever algumas bobagens e algumas coisas sérias de vez em quando. Devorador voraz de livros e cinéfilo assumido. O resto não interessa, ao menos por enquanto.

Thursday, September 13, 2007

Fui criado assim

Não sei se fui criado de um jeito diferente deles, mas eu nunca roubei. Jamais tirei de outra pessoa o que pertencia a ela para meu benefício próprio. Aprendi desde muito cedo a não fazer aos outros aquilo que não gostaria que fizessem para mim. Esta é, provavelmente, a maior lição que aprendi de meus pais. Como não gosto que tirem de mim as coisas que batalhei para conquistar, também não o faço. Mas começo a pensar que estou errado.

Não sei se fui criado de um jeito diferente deles, mas não sei mentir. É a mais pura verdade. Por menor que seja a mentira, eu não consigo fazer as pessoas acreditarem nela. Falta-me o talento de ator, a capacidade de fingir e, talvez o mais importante, ausência de moral para enganar outros. Sinto-me mal e, logo em seguida, acabo entregando a verdade. Sempre achei que esta fosse uma qualidade minha. Mas começo a pensar que estou errado.

Não sei se fui criado de um jeito diferente deles, mas aprendi a ajudar as pessoas. Sempre que posso, sempre que alguém me pede, utilizo as ferramentas ao meu alcance para aliviar as necessidades de quem precisa. Não posso fazer muito, mas garanto que minha boa vontade está sempre à disposição das pessoas à minha volta para qualquer espécie de ajuda. Mas começo a pensar que estou errado.

Não sei se fui criado de um jeito diferente deles, mas eu admito quando erro. Tenho coragem suficiente para dizer quando pisei na bola e enfrentar as conseqüências disso. É assim que eu aprendo, é assim que eu cresço e é assim que eu mantenho a minha integridade, jamais jogando a culpa de falhas minhas nas costas de outros. E nunca empurrando tudo para baixo do tapete. Mas começo a pensar que estou errado.

Não sei se fui criado de um jeito diferente deles, mas sinceramente não tenho essa cara-de-pau. Não teria coragem de fazer o que eles fazem, esconder dinheiro na cueca, pagar minha amante com dinheiro de outros e dizer que não sabia de nada. Não conseguiria fazer o que eles fazem e ainda ter coragem de dizer que sou representante do povo. De continuar com a postura e o discurso de que estou lá para ajudar. Mas começo a pensar que estou errado.

Começo seriamente a pensar que estou errado. Porque tudo está diferente daquilo que aprendi ser o certo. E o que posso fazer para mudar? Poderia comprar uma passagem de avião, confeccionar uma placa de protesto e começar a gritar na frente do Palácio do Planalto. Ou, quem sabe, invadir uma emissora de televisão, ao vivo, para que possam me ouvir. Não sei. Nada tem adiantado. Nem mesmo vaias homéricas em um Maracanã lotado dão resultado. Continuo pensando que estou errado.

Pelo jeito, eles estão mesmo certos. E aos poucos querem me convencer disso. Estou me acostumando a toda aquela podridão. Contra a minha vontade, estou ficando anestesiado. Hoje xingo Renan e o Senado, mas amanhã volto a me preocupar com quem matou a Taís. Agora digo que não passam de uma corja e daqui a dois minutos discuto sobre o Campeonato Brasileiro. Eles estão vencendo a batalha. Nada mais me atinge por muito tempo. Tudo é normal. Eu e vocês somos todos idiotas sem reação. Somos todos cegos e surdos, mas não loucos o suficiente para fazer algo para mudar.

Eu não sei se fui criado de um jeito diferente deles. Talvez seja isso. Ainda assim, por mais que tentem me convencer, não vou mudar. Que me chamem de teimoso. Mas não vou ceder ao jeito deles de fazer as coisas. Fui criado assim e assim vou continuar. Mesmo que o errado seja eu.

4 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Renan era o que é sabíamos, mas a Adeli de SC e lider, o Aloísio auditor da república, são decepções diárias, como o jo soares que no dia das jornalistas e do Renan levou o Tarso...Se enganam quem quer. Diagnóstico esta ceryo, agora é ver quem colocou a tartaruga no pau, e faze-los descer...Belo texto Silvio, NÂO DESISTA. Eu tenho 2 x sua idade e cvontinuo tentando excluir os canalhas independente da igreja e do partido !

11:37 AM  
Anonymous Déia said...

Nós não temos mais saida...

bju

4:52 AM  
Blogger Pree, Wonder Pree said...

miss u, não me visita mais!
ainda sou wonder sabia?!

8:05 PM  
Anonymous Paulinha said...

ô, Sílvio, gente boa pra caralho.
Certamente, o erro não é teu de ser assim. O erro é da grande maioria, acomodada, que já considera "normal" e problema sem solução toda essa baboseira.
beijos

12:25 PM  

Post a Comment

<< Home