Viagem Literária

Apenas uma maneira de despejar em algum lugar todas aquelas palavras que teimam em continuar saindo de mim diariamente.

Name:
Location: Porto Alegre, RS, Brazil

Um gaúcho pacato, bem-humorado e que curte escrever algumas bobagens e algumas coisas sérias de vez em quando. Devorador voraz de livros e cinéfilo assumido. O resto não interessa, ao menos por enquanto.

Tuesday, June 03, 2008

Fábula 1 - Seu Sapo e a Dona Rã

Era uma vez um sapo chamado Seu Sapo.

Seu Sapo não fazia muita coisa. Pulava pra cá, saltava pra lá e, durante a noite, ficava pedindo uma Budweiser com seus amigos.

Tudo isso deixava sua esposa louca da vida. A Dona Rã, como era conhecida no brejo, sentia-se abandonada. Há muito tempo, Seu Sapo simplesmente não satisfazia suas necessidades de ex-girina.

Certo dia, Seu Sapo saiu para se alimentar e a Dona Rã foi atrás.

Admirada, observou o que Seu Sapo era capaz de fazer com a língua. Ela ia e voltava, com velocidade e alcance impressionantes.

Chegando em casa, Dona Rã disse para Seu Sapo:

- Querido, sei como salvar nosso casamento.

Seu Sapo nada disse. Dona Rã, com um olhar sensual, perguntou:

- Já pensou em usar essa língua maravilhosa para outros fins?

Viveram felizes para sempre.

2 Comments:

Anonymous pree said...

Ai, ai, ai...

5:40 PM  
Blogger Larissa B. said...

Gosto muito de fábulas!
Recomendo a ler a fábula "A rã e o sapo" no site www.demonstre.com
Abraços, Larissa

4:05 PM  

Post a Comment

<< Home